Copa do Mundo e o marketing esportivo

A Copa do Mundo da Fifa continua sendo o maior evento esportivo no mundo. Nada atrai mais a atenção dos brasileiros do que ver a seleção em campo tentando reconquistar a supremacia do futebol mundial. Graças a essa comoção nacional, a época é perfeita para as marcas investirem em ações especiais voltadas para a competição.

A Copa do Mundo 2022 ocorre em novembro no Catar, e se sua marca pretende investir no evento, é preciso fazer o planejamento com muita antecedência e sempre de acordo com o investimento existente.

Independentemente de as pessoas estarem focadas nos jogos da seleção brasileira, certamente elas estarão conectadas diariamente à internet, seja para pesquisar horários de jogos, locais para assisti-los ou programações diferentes para quem não gosta de futebol. Nesse caso, é uma ótima opção para sua empresa promover produtos e serviços e, com isso, gerar novas oportunidades de negócios.

Empresas como Vivo, Coca-Cola e Itaú ganham destaque por investirem no futebol e em boas campanhas há anos. Desta maneira, suas campanhas se consolidam mais facilmente.

Em nível mundial, o mesmo também acontece. A Nike investe pesado no marketing para atrair os consumidores. Sua marca é respeitada e extremamente confiável, porque através dos anos estabeleceu uma relação de confiança com o consumidor. Suas campanhas de marketing possuem laços até mesmo “emocionais”.

Em época de Copa do Mundo, uma coisa é certa: a Nike vai acertar. Em 1998, o clássico comercial em que os jogadores da Seleção jogavam futebol no aeroporto.

Em 2006, um embate entre as estrelas da nossa Seleção com o time português. Ou seja, suas campanhas de marketing da Copa do Mundo sempre ficam marcadas.

Já na Copa do Mundo de 2018, a campanha Vai na Brasileiragem tenta resgatar o amor e a raça brasileira após o fiasco em casa, na Copa do Mundo de 2014. A pergunta do vídeo é simples: ainda temos a brasileiragem que sempre encantou o mundo? E os jogadores tratam logo de mostrar isso.

Passando por grandes craques, a fórmula é até um pouco batida, com crianças brincando na rua e em campos de terra. Mas a produção é tão boa que contagia os brasileiros apaixonados por futebol.

Além disso, o comercial também resgata o lance de Ronaldo no aeroporto, em 1998.

No fim, o garoto Kauã faz uma preleção para o espectador, assim como fez antes de um jogo do seu time, que viralizou na internet.

“Isso aqui é Brasil, pô. Essa camisa tem história!”, diz o garoto, aos gritos, contagiando todos na torcida pelo hexa campeonato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s